quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Comunicação a serviço do combate às drogas

Por Agatha Cristie
E-Aju/Secom PMA

O ´Projeto Refletir´, idealizado pelo Instituto Recriando em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e o Conselho Municipal da Criança e Adolescente, tem trabalhado junto aos alunos da rede municipal na utilização de ferramentas de comunicação para contribuir com a prevenção e combate ao uso de drogas lícitas e ilícitas.

As atividades são desenvolvidas através de oficinas que usam como metodologia a educomunicação. A partir daí jovens e professores utilizam os meios de comunicação de rádio e mídia impressa como instrumento de formação continuada. “O objetivo é que os professores adquiram mais um método de trabalho a ser desenvolvido em sala de aula, com base na prevenção às drogas", explica a oficineira Bruna Távora.

 Alunos durante as oficinas de rádio e mídia impressa
(Foto: Walter Martins)

Produtos de comunicação como spots, fanzines e cartazes com mensagens sobre como prevenir o uso de substâncias psicoativas são produzidos pelos próprios estudantes. Segundo a jornalista do Instituto Recriando, Tarcila Olanda, a comunicação e a exploração de mídias como rádio e televisão são peças fundamentais na prevenção do uso de drogas. "A ideia principal é que os profissionais estimulem, através das diferentes mídias, a participação ativa dos alunos na elaboração de trabalhos que fomentem a prevenção ao uso de drogas", comenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário