segunda-feira, 23 de agosto de 2010

`Viver Legal´: reintegração de jovens à sociedade

Por Jesus Francisco
DNT Secom/PMA

Temos que fazer muitas escolhas ao longo da vida. E às vezes uma decisão errada pode mudar por completo o rumo de uma história. É o que acontece com algumas crianças que por falta de um simples conselho escolhem o caminho mais obscuro. Cabe à sociedade e autoridades estender a mão e recuperar um cidadão que por vezes fica marginalizado.

 (Fotos: Ascom/Semasc)

E como fazer para recuperar esses meninos e meninas?  Dando uma oportunidade para crescer na vida, que muitas das vezes nem tiveram. Visando reintegrar esses jovens à sociedade, o Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) Viver Legal, localizado no conjunto Castelo Branco, desenvolve oficinas pedagógicas, palestras, campanhas educativas, reunião com as famílias, tudo para devolver a alegria e a possibilidade de jovens poderem sonhar com um futuro melhor.



Esse conjunto de atividades são medidas socioeducativas que buscam reintegrá-los à família e à comunidade. Acontecem por meio da Prestação de Serviço à Comunidade (PSC) e Liberdade Assistida (LA), aplicadas pela 17ª Vara da Infância e da Juventude, executada pela Prefeitura de Aracaju (Semasc).



A medida socioeducativa de liberdade assistida pode ser revogada, prorrogada ou substituída. A prestação de serviços à comunidade consiste na realização de atividades comunitárias gratuitas e de interesse geral, por um período que não exceda seis meses, com jornada semanal de oito horas, junto às organizações governamentais ou não governamentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário