quinta-feira, 7 de abril de 2011

Educação para o trânsito não deve parar

A ONU apelidou a década que compreende de 2011 a 2020 de “a década do trânsito”. Mas desde 2009, o Brasil lançou-se à frente nas preocupações quanto ao assunto. As entidades ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos), CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária) e Associação Nacional dos Departamentos de Trânsito (AND) lançaram, desde então, a campanha nacional ‘Chega de Acidentes’.

Início da campanha (01/04/2011)

Recentemente, a Prefeitura de Aracaju/SMTT aderiu à campanha. Desde a sua estreia, na última sexta-feira (1), ela aglutinou outros setores da sociedade, como a própria comunidade acadêmica. Cerca de 70 servidores da superintendência foram às ruas, na proposta de orientar e educar os condutores para dirigir seu veículo com cautela, diminuindo os riscos de acidentes.

De acordo com Jairo Alves, assessor da SMTT, o Comitê da Saúde, Segurança e Paz no Trânsito foi instalado ontem, quarta-feira (6), na sede da Sociedade Médica (rua Guilermino Rezende, 426, bairro São José). O Comitê é outra ação da campanha e foi pioneiramente implantado em Aracaju.

Campanha

“Ela está apenas começando”, declara Jairo Alves. Ele ressalta que ainda há muito a se fazer, já que os índices de acidentes no trânsito têm aumentado, justificando a necessidade de campanhas como essa.

Amanhã (8), nas proximidades da Praça da Bandeira, os agentes da SMTT estarão das 6h30 às 9h chamando a atenção dos motoristas para a necessidade de conduzir seu veículo com prudência. Serão faixas, adesivos, bandeiras e material informativo para fazer uma verdadeira educação para o trânsito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário