quinta-feira, 11 de agosto de 2011

COMUNICADO

A Prefeitura de Aracaju reafirma que nenhum dos mais de 1.700 professores do município recebe salário inferior ao piso nacional da categoria.

A média salarial é de R$ 3,5 mil, chegando a R$ 6,5 mil no final de carreira.

Mas o sindicato dos professores decidiu manter a greve que se arrasta há dois meses.

Em reunião, o prefeito propôs a criação de uma comissão, composta por técnicos e representantes do magistério, para elaborar proposta do novo plano de cargos e salários da categoria.

Em janeiro, cumprindo a Lei do Piso, a Prefeitura concedeu reajuste de 15,87% para o nível inicial e 6% aos demais níveis.

A proposta do sindicato está muito acima dos recursos disponíveis no município.

A greve prejudica mais de 28 mil alunos, que têm na escola local seguro, ensino de qualidade e boa alimentação.

Estamos abertos ao diálogo, sempre dispostos a negociar avanços para melhorar ainda mais a educação do município.

Conclamamos aos professores o retorno às aulas em beneficio dos estudantes e pais de alunos.

Prefeitura de Aracaju
Cidade da Qualidade de Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário