terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Novas inclusões no Cadastro Único

O município de Aracaju superou a meta estabelecida para a inclusão de novas famílias no Cadastro Único neste ano. A partir do esforço conjunto e articulado de várias ações, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), dobrou o número de novas inclusões no CadÚnico, alcançando a marca de 4.249 famílias, somente este ano. As famílias passaram a ter acesso aos projetos, programas, serviços e benefícios dos governos federal e municipal.

O número de atualizações cadastrais realizadas neste ano foi de 12.660, um recorde que se registra no esforço de levar o poder público municipal até onde está o cidadão que necessita da proteção social. O maior incremento aconteceu a partir do segundo semestre, quando a Semasc se voltou com maior ênfase para as ações do Plano Aracaju sem Miséria, uma edição local do plano nacional de combate à pobreza, seguindo os mesmos moldes e eixos de ação.

Fotos: Ascom/Semasc
Uma das ações de maior destaque de plano é a inclusão de novas famílias no Cadastro Único. "O plano se volta principalmente para alcançar as famílias que possuem renda per capita de zero a R$ 70, e nossa missão é localizar e identificar essas famílias para incluí-las nos programas socioassistenciais, combatendo, assim, a miséria em nossa cidade", disse o secretário municipal de Assistência Social e Cidadania, Bosco Rolemberg.


Durante todo o ano, a Semasc concentrou seus esforços na ação de incluir novas famílias no CadÚnico. "Além do trabalho regular dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), que trabalham com o atendimento agendado, nós realizamos vários mutirões e a busca ativa em diversos bairros de Aracaju, a exemplo do Santa Maria, Santos Dumont, Cidade Nova e Olaria", explicou Bosco Rolemberg.  

Com informações de: http://www.aracaju.se.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário