quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Escola de Artes encerra oficinas de 2012 com mostra artística

Com data marcada para amanhã(14), a Escola Oficina de Artes Valdice Teles (EOAVT) estará comemorando o encerramento das atividades do ano letivo de 2012 com uma grande festa repleta de mostras e apresentações artístico-culturais.
Fotos: Ascom/Funcaju

Através do tema “Criatividade Artística: Fonte de Inclusão Social”, a escola, que é mantida pela Fundação Municipal de Cultura e Turismo de Aracaju (Funcaju), chama atenção para a importância da Arte, seja para o desenvolvimento da criatividade, seja como ferramenta de inclusão.

Com quase dois mil alunos frequentando diariamente os mais de 40 cursos ofertados pela escola - um número recorde desde a sua criação em 1984 - o evento de encerramento das atividades deste ano promete ser uma grande festa e o local escolhido para receber toda essa confraternização é a recém-reformada e revitalizada Rua do Turista.

“Essa foi uma boa opção encontrada pela direção junto ao corpo docente da escola para o local das atividades. Nunca nos apresentamos lá e a Rua do Turista, hoje, é o ponto de encontro da sociedade, além de ser próximo e de fácil acesso tanto para alunos e familiares como para o público do Centro da cidade que poderá conferir as nossas oficinas. Acreditamos que lá seremos muito bem acolhidos por todos”, afirma o diretor da EOAVT, Eugênio Enéas.

Há cerca de 30 anos fazendo parte da história do desenvolvimento das artes sergipanas, a EOAVT oferece atualmente um número inédito de cursos e oficinas distribuídas nas áreas de Artes Cênicas, Música e Artes Visuais. São mais de 40 cursos oferecidos pela escola, que funciona nos três turnos, e aprimora, por dia, a criatividade de aproximadamente 1.600 alunos.

 

Considerado o melhor Centro de Reelaboração Artística de Sergipe, a Escola de Artes é o início da vida artística de muitos sergipanos, seja daqueles que vêm do interior do Estado para aprender e se capacitar em determinada área, seja daqueles que depois de aprender com a escola se tornaram professores dela, ou mesmo daqueles que já passaram por ela e hoje seguem carreira como é o caso de nomes como Sergival, Patrícia Polayne e Joaldo Barreto, que hoje tem doutorado em Violoncelo nos EUA. 

Inclusão Social 

Com as atividades deste ano voltadas para o tema da inclusão social, a escola reforça a importância das artes para este que é um direito de todos.  Atendendo um público generalizado, que vai desde crianças a idosos, passando por pessoas com necessidades especiais e até menores em situações de risco, as oficinas da escola propõem o desenvolvimento do talento e da criatividade inerente em todos, ocupa o tempo ocioso e melhora a qualidade e as expectativas de vida de todos que frequentam a escola, sejam eles alunos ou professores.

 
“Estou há dois anos na Valdice Teles e dou aula para uma média de 50 alunos por dia. No entanto, o que poderia ser tão cansativo, me faz sentir o contrário, uma alegria e um alívio que eu não conseguiria se trabalhasse de outra forma. Aqui estamos todos entre amigos e amigas. Todo dia é uma festa!”, comenta a professora Suely Ribeiro, que dá aula em seis modalidades de artesanato para alunos de todas as idades e também com necessidades especiais. 

Programação do encerramento 

A data para a apresentação do resultado das oficinas está marcada para o dia 14 de dezembro, a partir das 16h30 na Rua do Turista, no Centro. No entanto, já a partir do dia 10 é possível conferir algumas peças de artesanato produzidas pelos alunos e alunas da escola, que estarão expostas numa feirinha montada no mesmo local.

No dia 14, as apresentações começam com as oficinas de dança de turmas infantis (baby ventre e baby class), seguem com mostras de música (teclado, violão, saxofone, acordeon e etc) e encerram com apresentações das turmas de dança e teatro.

Quem se interessar pelas atividades desenvolvidas pela EOAVT é só entrar em contato com a mesma na av. Pedro Calazans, 737, ou pelo telefone (79) 3211- 6913 e se informar sobre oficinas de férias e as regulares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário