quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Estação Cidadania unifica ações de direitos humanos

Por Talita Moraes
E-Aju/Secom PMA

Você já ouviu falar sobre a Estação Cidadania? O que seria, então? O próprio nome já nos faz imaginar um local onde os cidadãos tenham espaço na garantia de seus direitos humanos. Para isto, a Estação Cidadania existe enquanto um ambiente que reúne diversos conselhos municipais.

CMDM em eleições
Foto: Ascom/Semasc

De acordo com Rosângela Fernandes Silva, secretária do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, o objetivo dos conselhos é trabalhar as políticas públicas referentes aos direitos humanos nas especificidades de cada setor. A Estação Cidadania reúne sete conselhos no intuito de interligá-los, integrando ações conjuntas, facilitando também o acesso da população às políticas públicas existentes.

Os sete conselhos são: Conselho do Direito da Criança e do Adolescente, Conselho de Assistência Social, Conselho dos Direitos da Mulher, Conselho da Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência, Conselho da Terceira Idade, Conselho da Segurança Alimentar e Conselho Gestor Intersetorial do Programa Bolsa Família. A atuação acontece através de campanhas, palestras nas comunidades, distribuição de panfletos informativos e educativos.


Os Conselhos se reúnem uma vez por mês, com exceção dos Conselhos de Segurança Alimentar e Intersetorial do Programa Bolsa Família, que se encontram bimestralmente. As reuniões acontecem para decidir as ações do Conselho, mas a sociedade civil também pode participar.

A Estação Cidadania fica na rua Pacatuba, 64, Centro, Edf. Luciano Prado. Para entrar em contato com a Estação, sem precisar sair de casa: (79) 3179-1341 / 1355 / estacao.cidadania@aracaju.se.gov.br.

Parceria

A Estação Cidadania estabelece uma relação fraterna com a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc). O intuito dessa parceria é prestar apoio administrativo - com funcionários para dar suporte na Estação - com bens patrimoniais, capacitação dos conselheiros, na comunicação, divulgando as ações dos Conselhos, ajudando na impressão de panfletos etc.

Capacitação de conselheiros tutelares
Foto: Ascom/Semasc

Para estreitar esses laços, a administração municipal pode intervir de maneira mais apropriada no que diz respeito aos direitos humanos dos cidadãos aracajuanos e reforçar as políticas públicas já formuladas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário