sexta-feira, 13 de maio de 2011

"Venda de casas do Bairro 17 de março é caso de Polícia"

 
  No bairro 17 de Março, 404 famílias do Morro do Avião
resgataram a cidadania e conquistaram o direito de viver
dignamente em casas de alvenaria (Foto: Alejandro Zambrana) 

Em entrevista ao jornalista André Barros, no Sergipe Notícias Meio Dia, Elton Coelho, secretário adjunto da Comunicação da Prefeitura de Aracaju, falou sobre as denúncias de vendas de casas no Bairro 17 de Março e sobre uma manifestação que aconteceu na antiga invasão da Prainha.

“As pessoas que têm direito as casas foram devidamente cadastradas pela Secretaria de Municipal de Assistência Social e já recebem auxílio moradia ou estão em Galpões. Não adianta se manifestar e dizer que foram cadastradas, mostrar que têm direito às casas, pois vamos seguir o cadastro e as providências com estas famílias que têm direito já estão sendo tomadas”, informou.

Vendas de casas

Sobre a denúncia da Câmara de Vereadores que as casas do Bairro 17 de Março estão sendo vendidas, Elton Coelho foi enfático: “ Isso é caso de Polícia e o prefeito  Edvaldo Nogueira já se posicionou a respeito. Quem vendeu responderá a respeito, vai ser punido, e quem comprar perderá o dinheiro. Nós vamos tomar a casa e passar para quem realmente precisa”, destacou o secretário adjunto.

Elton Coelho comentou inda: “As pessoas receberam as casas gratuitamente. Quem está bancando as casas é a Prefeitura com recursos próprios, recursos do povo de Aracaju. Ou seja, foram retirados recursos que poderiam ser usados em outras obras em benefício de pessoas mais carentes e não é justo que essas pessoas venham a vender. É bom lembrar que essas pessoas já foram retiradas de invasões, onde estavam submetidas a todo tipo de humilhação, com ruas enlameadas e a Prefeitura deu dignidade. A polícia está investigando”, revelou.

 Mais de 2.500 casas e apartamentos populares
estão em construção ou serão iniciadas
na capital sergipana (Foto: Alejandro Zambrana)


Especulação

Encerrando a entrevista, André Barros informou que os denunciadores falaram que algumas casas foram prometidas na campanha em troca de votos. “O único cadastro é da Prefeitura. Negamos qualquer especulação nesse sentido político”, garantiu Elton Coelho.

Com informações de Pedro Carregosa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário