segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Mais 41 famílias são incluídas no CadÚnico

A Prefeitura de Aracaju incluiu mais 41 novas famílias de baixa renda no Cadastro Único (CadÚnico), em ação realizada no último sábado, 22, no bairro Santa Maria, em continuidade ao trabalho de busca ativa, feito no sábado anterior. Com isso, elas estão habilitadas a receber os benefícios, programas, projetos e serviços do Governo Federal e da Prefeitura de Aracaju, a exemplo do Bolsa Família e do auxílio moradia.

Na ação deste último sábado, a equipe de técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) realizou 155 atendimentos. O resultado foi a inclusão de 41 novas famílias no CadÚnico, a atualização cadastral de outras 100 e orientações a mais 14 famílias. Treze cadastradores, três consultadores e mais um servidor da área de informática compuseram a equipe, que chegou ao Centro de Integração Raio de Sol no início da manhã.

Foto: Ascom/Semasc

O atendimento teve início às 8 horas, com a distribuição de 155 senhas, entre normais e preferenciais. "Voltamos neste sábado ao bairro Santa Maria para complementar um trabalho iniciado no sábado passado, quando saímos em busca de famílias que estavam fora do Cadastro Único. Naquele sábado, nossas equipes visitaram cerca de 480 domicílios detectando uma demanda reprimida que precisava da assistência e da proteção social do município de Aracaju. Tanto é que o saldo dos dois dias de trabalho somou 297 atendimentos, sendo 213 atualizações cadastrais e 84 novas inclusões de famílias no Cadastro Único", salientou o secretário de Assistência Social e Cidadania, Bosco Rolemberg.

Busca ativa


A Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), vem realizando o trabalho de busca ativa para a inclusão de novas famílias no CadÚnico. Essa ação é uma das estratégias do Plano Aracaju Sem Miséria, que será lançado em breve. O plano tem como objetivo erradicar a extrema pobreza na capital, a partir de ações articuladas entre os diversos órgãos municipais.

O foco central do plano são as famílias que têm renda per capita de até R$ 70. O primeiro bairro a ser visitado pelos técnicos da secretaria na busca ativa foi o Santa Maria mas, segundo Bosco Rolemberg, outros núcleos residenciais como Santos Dumont, Cidade Nova, Bugio e Veneza receberão os serviços da busca ativa

Com informações: http://www.aracaju.se.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário