quinta-feira, 5 de julho de 2012

Artes marciais ganham mais espaço em Aracaju

Por Osmar Rios
E-Aju/Secom PMA
Está previsto para inaugurar no final do mês de agosto, no bairro 17 de março, o Centro de Artes Marciais. Este complexo servirá para incentivar ainda mais o esporte na capital sergipana e até mesmo no Estado. As modalidades disponíveis serão karatê, muay thai, judô, taekwondo, capoeira, jiu-jitsu, kickboxing, kung fu, aikido e boxe. O Centro faz parte do projeto ´Lutando pela Cidadania´, com professores especializados ministrando as aulas práticas, que é realizado através das Secretarias Municipais de Esporte e Lazer (Semel) e de Administração (Semad).
No último mês de março foi realizada, em Aracaju, a Feira de Artes Marciais, que contou com a presença de Artur Mariano, Paulo Zorello, entre outros professores de renome nacional. A criação do Centro de Artes Marciais será a segunda etapa do desenvolvimento desses esportes no município. 
A implantação do Projeto ´Lutando pela Cidadania´ também contará com a possibilidade de inclusão social na prática esportiva. O objetivo é transformar a capital da qualidade de vida num celeiro de esportes olímpicos, como também sabemos que as artes marciais agem como uma ferramenta pedagógica por ter uma rigidez de conduta que fortalece a formação do cidadão.
Segundo o secretário de Esportes, Antônio Hora, após a inauguração do Centro um grupo de pessoas visitará a comunidade para recrutar os alunos. A ideia é de que os alunos sejam, preferencialmente, moradores do bairro e adjacências. Caso não completem as vagas de todas as modalidades, essas serão abertas aos outros bairros da cidade.    
Presidentes elogiam
"Cada vez mais a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer está demonstrando que acertou quando foi criada. É um órgão que vem trabalhando muito e o kickboxing, assim como os outros esportes, vem crescendo muito em Aracaju. Estão de parabéns o prefeito Edvaldo Nogueira e o secretário Antônio Hora Filho", salientou o presidente da Federação Sergipana de Kickboxing, Wagner Almeida.
O vice-presidente da Federação Sergipana de Judô, Luiz Alberto, afirmou que a interatividade da Secretaria Municipal de Esportes com as federações tem sido imprescindível para o desenvolvimento do esporte. "Traduzindo isso em poucas palavras, a federação é a entidade que representa a sua modalidade e irá fazer com que os atletas sejam estimulados a praticar cada vez mais o esporte", esclareceu.
"O Centro de Esportes, que será inaugurado agora em agosto, é uma forma de a comunidade vir a participar, tendo como parâmetro a diversidade de modalidades esportivas oferecidas para garotos, adolescentes e crianças que nunca tiveram a oportunidade de ver o aikido, o boxe de perto, o judô, entre outras modalidades", voltou a enfatizar Luiz Alberto.
Walter Duarte, presidente da Federação Sergipana de Boxe, ressaltou a importância da criação do Centro de Artes Marciais e disse que será imensurável tanto para os atletas como também para os amantes das modalidades desportivas. "A Prefeitura, sem dúvida, acertou um "golpe certeiro no queixo e um cruzado de canhota", quando teve a ideia de criar o Centro", salientou, dizendo que é uma forma de tirar a garotada da ociosidade.
Com informações da Ascom/Semel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário