quinta-feira, 12 de julho de 2012

Prefeito Edvaldo Nogueira implanta política habitacional inédita na capital

Equalizar o déficit habitacional e proporcionar mais dignidade e qualidade de vida à população. Este é um dos principais objetivos da política habitacional iniciada em 2001 pelo atual governador Marcelo Déda. Neste período, a administração municipal realizou a entrega de mais de 1 mil unidades habitacionais a famílias que antes viviam em situação de risco, incluindo aquelas que foram retiradas da antiga invasão do Morro do Avião.

Fotos: Alejandro Zambrana

Soma-se a isso a entrega de 281 casas no Jardim Santa Maria, pelo Programa ´Minha Casa Minha Vida´ e a construção de 410 casas no bairro Lamarão - na região onde localizava-se a ocupação Vitória da Resistência. Com a conclusão de todas as casas previstas pela política habitacional da Prefeitura, o investimento total é superior a R$ 250 milhões e o resultado final a entrega de cerca de 6 mil residências.

Assim, especialmente os últimos quatro anos foram marcados pela continuidade de uma significativa transformação realizada pela Prefeitura, mudando não só o cenário da cidade, mas oferecendo também uma nova vida a centenas de cidadãos que antes viviam em barracos insalubres e inseguros.


"Aracaju nunca viveu um período mais produtivo como nesses quase 12 anos, de alavancagem da economia, na distribuição de renda, na melhoria da infraestrutura urbana, na construção de praças, ruas e avenidas, na desfavelização e na política habitacional inédita, voltada para aqueles que não tinham onde morar. Invertemos prioridades e transformamos a cidade. Torcemos para que nosso projeto avance cada vez mais", comenta o prefeito Edvaldo Nogueira.

Cronograma

A Prefeitura de Aracaju mantém o cronograma de obras em toda a cidade, com recursos do PAC, convênios e recursos próprios, num total de quase R$ 180 milhões investidos. Na última sexta-feira(6), entregou a infraestrutura dos loteamentos Bahamas e São José, no Santos Dumont, antiga reivindicação daquelas comunidades e um investimento de quase R$ 6 milhões que beneficiou 3 mil pessoas.


Neste momento, a Prefeitura de Aracaju realiza a infraestutura do Coqueiral e recuperação da pavimentação da av. Euclides Figueiredo (investimento superior a R$ 10 milhões); recuperação e reconstrução do Canal entre a Avenida Hildete Falcão e a Maré do Apicum (mais de R$ 5 milhões) e construção do Canal Costa do Sol (R$ 5 milhões); infraestrutura da Invasão Santa Maria e Complexo Habitacional Terra Dura (mais de R$ 2 milhões), dos Conjuntos Padre Pedro e Governador Valadares (R$ 9,5 milhões) e macrodrenagem do Conjunto Padre Pedro, no Santa Maria (R$ 1,2 milhão); infraestrutura e construção de 410 casas (R$ 19,5 milhões) e infraestrutura das comunidades Ponta da Asa I e II (R$ 4,6 milhões), além do esgotamento sanitário da Ponta da Asa I e II, no Lamarão (R$ 1,3 milhão); infraestrutura e construção de 150 casas (R$ 2,1 milhões) e mais 58 casas e urbanização da Praça 4, no bairro 17 de Março (R$ 1,8 milhão); construção do viaduto da Avenida Tancredo Neves (R$ 26,8 milhões); infraestrutura da ligação viária Engenho Novo-Alto da Jaqueira (R$ 2 milhões); infraestrutura do Loteamento Nova Liberdade I (R$ 6,4 milhões) e Nova Liberdade II, no Jardim Centenário (R$ 10,3 milhões); reforma do antigo prédio da Alfândega (R$ 2,8 milhões); reforma e/ou reconstrução de escolas nos bairros Olaria, Mosqueiro, América, 17 de Março, Siqueira Campos, Getúlio Vargas, dentre outras obras.

Confira podcast com secretário de Assistência Social e Cidadania, Bosco Rolemberg, sobre este e outros assuntos: http://www.aracaju.se.gov.br/podcast.

Nenhum comentário:

Postar um comentário